Vídeo de saboneteira “racista” levanta debate sobe diversidade

O equipamento é uma saboneteira automática, dessas com acionamento ao colocar uma mão. Mas um detalhe chamou a atenção: ela não funciona com pessoas negras. “Se você já teve algum problema em compreender a importância da diversidade na tecnologia e seu impacto na sociedade, assista a esse vídeo”, e foi assim que o diretor de parcerias o Facebook no Oriente Médio e África deu uma demonstração clara o resultado da falta de diversidade na industria da tecnologia.

De fato a saboneteira não é racista, é uma limitação da tecnologia utilizada. Esses equipamentos são acionados por LED infravermelhos, que enviam uma luz invisível que quando refletida para o sensor libera o sabão. Outro fato é que as cores escuras absorvem mais luz e acabam atrapalhando a reflexão da luz. Agora, há formas de trabalhar a sensibilidade do sensor e até mesmo testar o equipamento com diversos consumidores para assegurar que funcione para todos.

Sendo um problema tecnológico ou não, é fato que a tecnologia foi criada por nós, então um “erro” desse significa que não incluímos todas as pessoas para se beneficiarem dela. Pode parecer pequeno, ou bobo, mas o resultado disso indica a querem queremos que ela sirva.

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.